Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

EUROPE AO VIVO - Quase acústico

 

Estocolmo, 26 Janeiro 2008, o dia amanhece frio, sem sol, acordo cedo e saio do hotel com destino a St. Eriskgatem, rua onde abundam as lojas de instrumentos musicais, CD’s e discos de vinil usados. A manhã vai avançando e decido ir em direcção ao Hard Rock Café (HRC) para um almoço que reuniu fãs de vários países (Portugal, Espanha, Inglaterra, Croácia, França e Suécia).

O HRC é um local especial para todos os fãs, já que 20 anos antes foi ali gravado o vídeoclip da música Rock The Night, existindo actualmente uma vitrina dedicada à banda com vários objectos afectos ao grupo sueco (entre os vários objectos destacam-se uns sapatos e um casaco de Joey Tempest, e um livro da tournée japonesa de 1988).

A meio da tarde resolvo tomar a direcção da mítica sala de espectáculos Nalen, não estando por essa altura mais do que 10 pessoas na fila de espera. O frio era bastante, mas a espera não foi muito longa já que às 20 horas deu-se a abertura das portas.

  

  

Nalen caracteriza-se por ser uma sala clássica e muito acolhedora pela decoração e reduzida dimensão. No palco estavam três bancos altos, sete guitarras, uma bateria reduzida ao mínimo e apenas um conjunto de teclas, pois este seria um concerto “quase desligado”. Por trás, um pouco escondido, quatro instrumentos musicais de cordas iam servir para o quarteto de apoio.

A sala encheu rapidamente, com 700 fãs a acotovelarem-se para conseguir a melhor posição. Começaram os flashs, e ás 21 horas o espectáculo começou. No palco entraram calmamente os 5 elementos, começando logo ali a diferença: ao invés de entrarem a tocar conversam, as luzes estão acesas e cada um toma a sua posição, cabendo a Joey Tempest o mote para o início do espectáculo.

Com um sorriso característico, Joey começa os primeiros acordes de Got To Have Faith, os elementos do grupo revelam uma postura em palco diferente com as luzes a manterem-se acessas e todos estão sentados, como se de uma conversa entre amigos se tratasse.

Joey anuncia que a seguir será Forever Travelling, levando a audiência logo ao delírio, pois esta não é uma das músicas mais tocadas ao vivo. A primeira cover da noite – Wish You Were Here dos Pink Floyd – chegou, como sempre, em tom de conversa com Joey a dedicar o tema a todos os fãs que não puderam estar presentes mas que ouviam o concerto pela Internet (anteriorme o vocalista já tinha dedicado Devil Sing The Blues ao seu filho de três meses).

Em Dreamer, uma das músicas mais pedidas pelos fãs mas raramente tocada ao vivo, ficava demonstrada toda a intensidade de Norum naquela noite através da transpiração que cobria o rosto do guitarrista. A organização também teve o cuidado de proporcionar uma boa luminosidade sobre a audiência para que as reacções do público fossem sentidas por todos os elementos. Todos conheciam muito bem esta música apesar de muito raramente ser tocada ao vivo.

 
John Norum
Mais uma cover, Love To Love dos UFO, e enquanto Joey falava, John Levén ia-se entretendo a lançar palhetas para o público. The Final Countdown foi a próxima, e apesar da versão acústica ficar algo diferente da original a reacção dos presentes foi bastante efusiva. Yesterday News, outro clássico nos concertos ao vivo foi tocada numa variante diferente da orignal, no entanto resultou bem já que puxou pelo público e exigiu a sua participação.

 

John Levén

Entretanto chegou o momento da terceira cover da noite, Since I’ve Been Loving You dos Led Zepplin, talvez de todas a que teve menos recepção da noite, apesar da qualidade com que foi executada. Hero, música que Joey dedica a Phill dos Thin Lizzy, é cantada por todos os fãs com as emoções a atingirem o máximo naquele momento (este parece ser o tema desta segunda fase da carreira dos Europe que mais entusiasma os fãs). A última cover da noite chega com Suicide dos Thin Lizzy.
 
Joey Tempest
A pedido de muitos frequentadores habituais do fórum oficial da banda, chegou a música mais esperada por muitos – Memories. Com o seu anúncio toda a sala “vem abaixo”, com esta vossa escriba a ter direito à palheta com que John Norum tocou esta música.
Quando termina, todos os elementos saem do palco para regressar alguns segundos depois. Superstitious é a ultima versão especial da noite, música que ao longo da última tournée se tornou cada vez mais participada pelo público.

 

Mic Michaeli

Após este último tema o quarteto de cordas convidado - Stockholm Strings - saiu do palco mas o público mostrou-se indisponível para deixar que os Europe fizessem o mesmo. Apesar do Joey Tempest afirmar que a banda não tinha mais nada preparado resolvem, perante a insistência e entusiamo dos fãs, tocar Rock The Night levando mais uma vez ao rubro todo aquele auditório.

 

Ian Haugland

O concerto chegava assim ao fim com o público visivelmente satisfeito, tendo cada um dos fãs direito a uma fotografia autografada da banda à saída.
Continua ……. Num próximo concerto.
 
Set-list de Almost Unplugged
 
1. Got To Have Faith
2. Forever Traveling
3. Devil Sings The Blues
4. Wish You Were Here [Pink Floyd cover]
5. Dreamer
6. Love To Love [UFO cover]
7. The Final Countdown
8. Yesterday's News
9. Since I've Been Loving You [Led Zeppelin cover]
10. Hero
11. Suicide [Thin Lizzy cover]
12. Memories
----------
13. Superstitious
14. Rock The Night
Paula Costa
N.R.: O Metalurgia Sonora agradece mais uma vez à Paula Costa a disponibilidade para partilhar as emoções deste concerto com os leitores deste espaço através deste texto e das fotografias tiradas durante a actuação dos suecos Europe.
 

publicado por Metalurgia Sonora às 00:39
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Vídeo em Destaque

AMORPHIS- "You I Need" Álbum: The Beginning Of Times; Nuclear Blast

.posts recentes

. NOVO ENDEREÇO

. NO SKY TODAY com novo víd...

. SHADOWSIDE divulgam novas...

. NEBULAH editam álbum de e...

. BRUTEFORCE lançam EP de e...

.links

.Parcerias

Hosted by imgur.com

.arquivos

Hosted by imgur.com Hosted by imgur.com
blogs SAPO

.subscrever feeds

.Visitantes



forex trading Counters